A- A A+

facebookrss

Sessão Final | 25 de Setembro de 2014

Escola Secundária Fernão Mendes Pinto (Almada) | Turma 12º7
Sessão Temática sobre Avaliação da actividade "Memórias Escondidas"
Com Ana Cansado, Cristina Pires e Luísa Rego

Da avaliação feita por esta turma ressalta informação que não difere muito da partilhada pela turma anterior. Uma aluna refere que "correu tudo bem, deu para perceber as diferenças entre os anos que passam" e – diz ela – a parte que mais gostou foi mesmo o contacto com as pessoas. Reconhece que a parte mais difícil foi "ver como é que íamos abordar as pessoas".

A escassez de tempo e os condicionalismos impostos pelo horário escolar para realizar as tarefas foi problema mas destacado por várias/os alunas/os. Outros problemas identificados coincidem com os enunciados na outra turma: más condições de gravação, dificuldade na transcrição, encontrar horário compatível para a tarefa em face das aulas, sugerindo alguns/mas que este tipo de actividade seria preferível realizar no 12º ano.

Uma das alunas confessa também que "se o projecto continuasse gostava de voltar a fazer entrevistas e a entrar no projecto". Outra aluna refere que as "aulas iniciais" de contextualização foram as menos interessantes, embora as considere necessárias ao projecto, sublinhando que adorou fazer as entrevistas às pessoas idosas. Este aspecto específico foi, de resto, destacado por outras/os estudantes que reconhecem que a recolha de histórias de vida permitiu aprender a "ouvir melhor os outros, todos temos um percurso de vida e muitos deles são interessantes. Esta actividade contribuiu principalmente para a minha formação como pessoa."

É também sublinhada "a alegria das pessoas idosas ao verem um grupo de jovens dispostos a passar uma manhã a falar com elas/es com o objectivo de recolher as histórias de vida". Outro jovem refere: "Aprendi que com uma simples visita significa muitos para estes idosos". Uma rapariga conclui: "Naquela altura a maneira de pensar era diferente e deu para perceber um pouco os preconceitos em relação à nova geração".

Genericamente, as/os alunas/as destacam os contributos que esta actividade deu à disciplina de História, dando-lhes acesso a informação sobre o passado e em especial sobre o papel (e o estatuto) da mulher na sociedade. Uma jovem ressalva que, "na altura, os homens se achavam muito superiores às mulheres" e outra jovem propõe mesmo que se poderia "fazer um documentário sobre cada percurso das pessoas". Esta mesma aluna diz: "Aconselho vivamente a fazerem mais projectos desta envergadura".

Diagnóstico

Newsletter - Janeiro - Junho 2014

Cartaz Grita UMAR

Logos--Cig-Poph-Qren-Port-FSE